Dicas

Os melhores tipos de tecidos para roupas infantis.

Publicado em 07.06.2024 |
Visualizações
10 visualizações

Conhecer os tipos de tecidos para roupas infantis permite combinar duas características cada vez mais necessárias no mundo da moda: conforto e estilo.

Além da busca por produtos que oferecem diferenciais de moda, os pais também têm uma grande preocupação com o bem-estar dos pequenos.

O ponto-chave é encontrar roupas que permitem que as crianças fiquem livres para se movimentarem durante todas as atividades do dia a dia, além de mostrarem atitude e estilo em seus looks.

Quer conhecer mais sobre o universo do mundo infantil e entender todas as matérias-primas utilizadas nos produtos infantis? Vem com a Charpey!

Algodão

conjunto charpey algodao

O algodão é um tecido muito conhecido na produção de roupas infantis por conta das suas múltiplas vantagens, como maciez, suavidade, conforto, respirabilidade e resistência.

Todas elas são relevantes em países tropicais, como o Brasil. Com o clima quente, usar roupas que respiram é aconselhável para garantir o bem-estar infantil.

Outro detalhe é a característica hipoalergênica, que minimiza riscos de alergias, já que é supermacio e, também, o processo fabril isento de produtos tóxicos.

Inclusive, o algodão é um dos mais indicados para os bebês, que têm a pele superfofa e exigem esse cuidado com a escolha do material usado na fabricação das roupas.

Ele é popular e ecologicamente correto, já que é obtido de origem vegetal, por meio de plantas, uma fonte renovável.

Linho

tecido linho

linho também é um tecido natural, porém, com um toque mais rústico do que o algodão, sendo extremamente charmoso.

Para o verão, o linho é ótimo, podendo ser encontrado em bermudas, camisetas, macacões e conjuntos.

Existem outras fibras naturais, como lã, seda e até mesmo o bambu, porém, o algodão e o linho são os mais recomendados para crianças entre os tecidos naturais.

Viscose

tecido viscose

A viscose é outro tipo de tecido para roupas que tem recomendação sustentável para ser produzido a partir da celulose da madeira de árvores, como o eucalipto.

Para a pele, uma das suas vantagens é a de não causar alergias, sendo ótimo também para o verão já que absorve bem a umidade.

Outra característica é que não encolhe durante as lavagens na máquina, fazendo com que muitos pais aprovem o tipo de tecido.

Um ponto que diferencia a viscose de algodão é o frescor, sendo um material bastante leve e fácil de vestir, proporcionando um ótimo caimento no corpo.

Algodão e elastano

tecido de algodao e elastano

A combinação do algodão com elastano é uma excelente solução que as fabricantes encontraram nesse mercado ao criar tecidos mistos, unindo fibras naturais e sintéticas.

Essa evolução tecnológica na produção de roupas possibilita compartilhar as principais características das duas fibras, criando um produto durável e confortável.

Já vimos alguns pontos do algodão e vale mencionar, agora, do elastano. A fibra é ótima para os dias quentes porque não segura o suor e seca bem rápido.

Portanto, seja para brincar na praia, correr no parque ou se divertir na escola, as roupas de algodão e elastano são superindicadas para as crianças.

Algodão e poliéster

meninos com roupas de tecido algodao e poliester

O poliéster faz parte das fibras sintéticas, sendo fabricado a partir de materiais e processos que o torna mais resistente e maleável, podendo esticar mais do que as fibras naturais.

Outro ponto importante é saber que as roupas com poliéster secam mais rapidamente, sendo interessante para crianças pequenas que gostam de se exercitarem.

Assim, também existe a chance de ter esse tecido composto no vestuário infantil, resultando em um produto durável e flexível.

Para quem pensa que não conhece roupas nessa composição, saiba que o moletom é um dos melhores exemplos, ainda que varie nos percentuais das fibras.

Outro exemplo é a sarja, muitas vezes comparada ao jeans. A diferença está no fato de ser muito mais respirável e macia por ser composta com algodão.

3 dicas para escolher tecidos

A Charpey sempre tem uma variedade de matérias-primas para abraçar todas as necessidades e gostos das crianças. Por isso, confira essas dicas para descobrir qual o melhor produto para o seu pequeno!

1 - Verifique a etiqueta

Ler a etiqueta com atenção é a primeira dica para garantir uma roupa com o tecido mais adequado para as crianças. É nesse local que vão estar informações como:

  • Tecido;
  • Composição;
  • Recomendações;
  • Instruções.

Pela etiqueta é possível descobrir quais os tecidos usados, assim como as melhores alternativas para lavagem e outros cuidados, como a secagem.

2 - Considere a respirabilidade

A questão da respirabilidade tem um grande peso na análise dos pais que vão comprar roupas infantis porque influenciam na regulação da temperatura do corpo.

Se não for um tecido que seca rápido e não acumula umidade, ele pode causar irritação na pele, alergias e até mesmo doenças, como dermatite.

3 - Pense na facilidade da lavagem

Mais uma dica muito valiosa é sobre o uso de materiais e estampas plastificadas, que podem ser inadequados pensando no contato direto com a pele, assim como na lavagem.

Alguns produtos exigem cuidado na hora de lavar, fazendo com que a roupa se torne pouco prática para os pais e, por isso, nem sempre estão presentes no guarda-roupa.

Onde comprar roupas infantis na internet?

Com as dicas, este é o melhor momento para comprar roupas infantis premium para os seus filhos, considerando o bem-estar deles e o design que cada produto proporciona.

A Charpey é uma marca de roupas que cria as maiores tendências da moda para este público, possibilitando sofisticação e criando lifestyles únicos!

O algodão, o linho, a viscose e alguns tecidos mistos são aconselháveis para garantir praticidade no dia a dia na hora de vestir as crianças e ter a certeza de um look estiloso.

E os melhores produtos com esses tecidos estão na Charpey: acesse o e-commerce e conheça todas as coleções!

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.